1ª Conferência de Saúde Societal

Dia 27 junho – Pré-Conferência

Workshop “Saúde e Bem-Estar na Universidade”

Este workshop pretende reunir um conjunto de atores-chave fundamentais no contexto universitário (alunos, professores e outros profissionais) para refletir sobre práticas promissoras para a promoção da saúde e bem-estar neste domínio. Após uma primeira fase de apresentação dos principais resultados de estudos já realizados com estudantes, segue-se um momento de discussão interativa com vista à criação de ideias originais e viáveis que possam vir a ser postas em prática no futuro próximo. Pretende-se, assim, ouvir diferentes vozes e partilhar experiências, procurando soluções que visam a promoção de ambientes universitários mais saudáveis e com maior qualidade de vida.

Sessão Aberta “Aprendizagem e Desenvolvimento na Saúde: Desafios e Oportunidades”

As necessidades de aprendizagem e de desenvolvimento no setor da saúde são singulares, o que é um estímulo excecional ao desenvolvimento de talento. As interações sociais neste contexto são diversificadas e desafiantes. As tecnologias são atualizadas frequentemente, exigindo uma rápida resposta dos sistemas e da formação. Além disso, uma grande quantidade de regulamentos e um número crescente de indivíduos externos envolvidos na prestação e administração de serviços de saúde alarga o âmbito da formação. Durante a sessão aberta, reunimos um grupo de intervenientes envolvidos na prestação e conceção de formação em múltiplos serviços de saúde. Mas também ouvimos as opiniões de decisores, com uma visão prospetiva sobre o futuro da aprendizagem e desenvolvimento em saúde. 

Apresentação do 2º Volume do Livro “Saúde Societal: Percursos de Investigação do Iscte”

Enquanto fenómeno que atravessa todos os níveis da estrutura social, a compreensão e a promoção da saúde nas sociedades contemporâneas tem vindo a captar a atenção dos/as docentes e investigadores/as do Iscte, o que deu lugar a abundante produção científica, em várias áreas disciplinares, divulgada nas melhores revistas internacionais.  

A publicação Saúde Societal: Percursos de Investigação do Iscte, volume 2, que aqui se apresenta, reúne artigos científicos da autoria de docentes e investigadores/as do Iscte já publicados em revistas internacionais, traduzidos para português (o volume 1 pode ser consultado em https://www.iscte-iul.pt/conteudos/iscte-saude/2218/publicacoes). 

Esta compilação tem como propósito promover a disseminação desses artigos, em especial junto dos interessados em olhar para a saúde numa perspetiva multidisciplinar e que valorizam a língua portuguesa enquanto veículo de apropriação e discussão de conhecimento.  

Dia 28 junho – Conferência

Programa Científico “Saúde Societal no Futuro Pós-Covid-19”

A 1ª Conferência de Saúde Societal -“Saúde societal no futuro Pós-covid -19” – é uma iniciativa desenvolvida pelo Iscte Saúde em colaboração com a Linha de Temática  “Societal health” do Laboratório Associado Socio DigitalLab for Public policies. Esta conferência, que decorrerá no Iscte no dia 28 de Junho, pretende promover o diálogo interdisciplinar, criando um espaço de partilha de contributos das ciências comportamentais, sociais, da informação e tecnologias para enfrentar os grandes desafios futuros na área da saúde. 

Nesta primeira edição o tema remete-nos para a reflexão sobre o estado da saúde global após a pandemia Covid-19. Depois de dois anos de pandemia, em que muito mudou na sociedade, nas empresas e na vida de todos nós,  e numa altura em que a saúde assumiu uma nova visibilidade e relevância, torna-se importante refletir sobre a evolução dos principais desafios e oportunidades de investigação, inovação e desenvolvimento nesta área. A área da saúde está em rápida transformação, tornando-se mais digital, integrada, global, mas também personalizada e com maior foco no empoderamento dos cidadãos. Se neste contexto o paradigma biomédico tradicional se torna, por si só, incapaz de fazer face aos desafios atuais, os contributos das ciências comportamentais, sociais e da informação e tecnologias parecem-nos fundamentais. Em suma, esta conferência visa não só a apresentação de trabalhos de investigação inovadores e atuais, mas também contribuir para um debate multidisciplinar e para a reflexão sobre a promoção e desenvolvimento da área da saúde na sociedade pós-covid.


Apresentação do Iscte Saúde

O Iscte Saúde é uma estrutura em rede, desenvolvida com a finalidade de reforçar o posicionamento do Iscte no campo da saúde societal. Pretende criar um espaço multidisciplinar, onde pessoas de diferentes áreas disciplinares trabalham em conjunto sobre temas de saúde. O Iscte Saúde apoia e congrega o que já existe em termos de investigação, formação e intervenção dentro do Iscte e faz a ponte com novas iniciativas e parcerias. Dedica-se à promoção de iniciativas multidisciplinares, o que implica a ligação com outras estruturas do Iscte, como a Reitoria, o Gabinete de Comunicação, o SocioDigitalLab, as Unidades de Investigação e as Escolas e Participadas. É constituído por quatro equipas horizontais (Investigação, Educação e Desenvolvimento, Intervenção e Disseminação Científica) e seis equipas verticais (International Landscape, Smart Health Interdisciplinary Spaces, Comunicação e Envolvimento, SocioDigitalLab, Saúde & Arte e Gestão do Iscte Saúde). O Iscte Saúde tem a coordenação científica de Luísa Lima, com a colaboração de Henrique Martins e a gestão executiva de Cristina Camilo.

Apresentação da Linha Temática  “Societal Health” do SocioDigital Lab

Esta é uma das cinco linhas temáticas de investigação do Laboratório Associado SocioDigital Lab para as políticas públicas do Iscte. Partindo de uma perspetiva multi-nível e interdisciplinar que integra as ciências comportamentais, sociais e das tecnologias, esta linha temática visa investigar os diversos determinantes sociais da saúde, inovando na produção de conhecimento e intervenções baseadas em evidência que contribuam para as políticas públicas e que empoderem e capacitem os cidadãos, famílias, profissionais de saúde, organizações, e comunidades para desempenharem um papel ativo e transformativo no campo da saúde. Esta linha temática tem a coordenação científica de Sónia Bernardes, João Ferreira e Elsa Pegado.